Luto


Maria Avelina Fuhro Gastal

H dois anos, logo estar韆mos vivendo o 鷏timo m阺 daquilo que entend韆mos como vida normal.

Acompanh醰amos not韈ias de Wuhan, v韆mos a Covid espalhando-se pela Europa, mas ainda faz韆mos planos, planej醰amos viagens, projet醰amos como seria o nosso 2020 que s come鏰ria em mar鏾. N鉶 come鏾u.

Talvez tiv閟semos a falsa esperan鏰 de que o v韗us n鉶 chegasse at n髎, talvez neg醩semos a gravidade da situa玢o por n鉶 conseguir prever como viver韆mos aquela amea鏰, talvez precis醩semos nos despedir do que conhec韆mos como vida. Mesmo com todos os ind韈ios do que viria, vivemos como se nada fosse mudar.

Mudou. E mudou, demais. Insist韆mos que iria passar. N鉶 passou. Ainda estamos em meio a contamina珲es, descasos, descuidos e mortes, sempre temerosos da pot阯cia de uma nova cepa.

Acompanhamos o aumento expressivo do n鷐ero de casos pelo mundo e por aqui, a quantidade alarmante de mortes, transformando em estat韘ticas hist髍ias de vida. Vivenciamos tudo isso sozinhos, isolados dos afetos. Abra鏾s, beijos, conv韛io transformaram-se em saudades do韉a.

Entramos em um processo de luto. Negamos, sentimos raiva, barganhamos a possibilidade de voltar a viver, entristecemos. A vacina nos trouxe esperan鏰. Quem sabe tudo voltaria a ser com antes. N鉶 voltou, mas permitiu que pud閟semos rever familiares e amigos, arriscar sa韉as e viagens, ainda que curtas.

Sinto como se estivesse na 鷏tima etapa do luto, a aceita玢o. Vamos conviver com o v韗us por um tempo desconhecido, aprendemos que m醩caras protegem, que vacinas diminuem, e muito, a possibilidade de 骲ito. Preciso estar com as pessoas, escolho as oportunidades e lugares, mantenho as medidas de prote玢o por mim e pelos outros. N鉶 acho que esse seja o novo normal. N鉶 normal pensarmos em cont醙io o tempo todo, mas o poss韛el para viver. Na solid鉶 h arremedo de vida. Merecemos muito mais.

Deixe um recado para a autora

voltar

Maria Avelina Fuhro Gastal

E-mail: avelinagastal@hotmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 133847

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose