Esp韗ito crist鉶


Maria Avelina Fuhro Gastal

Pai Nosso que estais no c閡,

- 揚inochet devia ter matado mais gente.

Santificado seja o Vosso nome,

- 揓esus Cristo n鉶 foi totalmente passivo. Expulsou os vendilh鮡s do templo. Se tivesse uma arma de fogo, seria usada.

Vem a n髎 o Vosso reino,

- 揝 tem uma utilidade o pobre no nosso pa韘: votar.

Seja feita a Vossa vontade assim na terra como no c閡,

- 揂cabaram com a nossa alegria de viver, n鉶 pode fazer uma piada, uma brincadeira, tudo n鉶 pode, preconceito. T a as feministas, t a o LGBT, as minorias. Uma desgra鏰 no Brasil.

O p鉶 nosso de cada dia nos dai hoje,

- 揊alar que se passa fome no Brasil uma grande mentira. Voc n鉶 v gente, mesmo pobre, pelas ruas, com f韘ico esquel閠ico, como a gente v em outros pa韘es do mundo.

Perdoai-nos as nossas ofensas,

- 揝e um idiota num debate comigo, caso esteja l, falar sobre misoginia, homofobia, racismo, baitolismo, eu n鉶 vou responder sobre isso.

Assim como perdoamos a quem nos tem ofendido,

- 揙 鷑ico erro foi torturar, e n鉶 matar.

N鉶 nos deixeis cair em tenta玢o,

- 揘鉶 vou estuprar voc porque voc n鉶 merece.

Mas livrai-nos do mal.

Am閙


Deixe um recado para a autora

voltar

Maria Avelina Fuhro Gastal

E-mail: avelinagastal@hotmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 85213

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose