Programa Aresto


Maria Avelina Fuhro Gastal

O Gua韇a n鉶 s um lago, mas um lago dourado. E mais, em ingl阺 Golden Lake. A pe鏰 publicit醨ia n鉶 deixa d鷙idas, um novo life style, com vista perene para o espetacular p魊 do sol do Gua韇a. Um bairro privativo, com infraestrutura pr髉ria completa de amenties e 醨eas de esportes, lazer e entretenimento cercados de seguran鏰 para uma vida parte.

parte j vivemos h muito tempo, deveria ser 搈ais parte. Convivemos com diferen鏰s sociais absurdas sem nenhum constrangimento. Luxo e lixo classificam os cidad鉶s, cabe seguran鏰 n鉶 deixar o lixo aproximar-se do luxo, a qualquer custo. Mas n鉶 se engane, para o luxo, eu e voc阺 estamos mais para entulho, se for preciso, nos descartam, mesmo que tenhamos trabalhado, produzido para aumentar a riqueza deles.

Extrapolamos o conceito de 撪 parte. Meio milh鉶 de mortos e ainda festejam e apoiam um governo que estimula o cont醙io, ignora a Ci阯cia. N鉶 ignor鈔cia. estrat間ia cumprida com 陎ito. C鷐plices n鉶 faltam. S鉶 todos que elegeram um apoiador da tortura. Em um pa韘 que respeita a vida, ele teria sido preso ao homenagear o Ustra na sess鉶 de vota玢o do impeachment de Dilma. Ignorada a gravidade daquela homenagem, abrimos caminho para o descaso com todos que morreram por ter sido feita a op玢o pela economia no lugar da vida. Brasileiro desesperado por trabalho, n鉶 falta. Morre um, p鮡 outro no lugar.

O senhor que ocupa o Minist閞io das Comunica珲es prop鮡 que olhemos o lado bom da vida, o da Economia sugere que os restos de alimentos sejam doados aos moradores de rua, a da Agricultura, que sejam doados a quem tem fome, alimentos com data de validade vencidos. Eu proponho a composi玢o desses ideais humanit醨ios na formula玢o de um programa governamental: o Aresto (Arremesso de resto). Sem nenhum contato nem risco de proximidade, sacos com restos de alimentos seriam arremessados na dire玢o de quem teima em ter fome. Podem cair no ch鉶 ou atingir o rosto ou o corpo dos famintos, o problema n鉶 de quem arremessa, mas de quem n鉶 tem prontid鉶 suficiente para receber a doa玢o.

Delivery, take away, s para o Golden Lake. Para famintos, Aresto. O gado alimenta os porcos e a cada doa玢o, grita 搈ito. N髎, que estamos entre eles, aplaudimos ou repudiamos. Depende do quanto h de humano em n髎.


Deixe um recado para a autora

voltar

Maria Avelina Fuhro Gastal

E-mail: avelinagastal@hotmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 77245

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose