Dois patinhos


Maria Avelina Fuhro Gastal

Foi dif韈il sair o primeiro texto de 2022. Queria escrever algo leve, condizente com a esperan鏰 em um novo ano. Para tanto, precisei me afastar dos notici醨ios, amortecer raivas, ignorar negacionistas. Tarefa exaustiva considerando o aumento no n鷐ero de casos de Covid.

Pensei em uma retrospectiva do meu 2021. Tr阺 doses de vacina, maior conviv阯cia com filhos e netos, possibilidade de rever sobrinhos e alguns primos e amigos. Tudo bom demais. Mas, percebi que tive efeito rebote a 2020. Tanto tempo de solid鉶 em casa mostrou seus efeitos exatamente quando n鉶 precisava mais estar t鉶 s. Minha concentra玢o despencou, li muito menos do que no ano anterior, fiz muito menos cursos on line, tamb閙. Um cansa鏾 da falta de perspectiva de uma vida pr髕ima ao normal sugou muita energia.

Em uma conversa com a minha filha na beira da praia percebi que n鉶 conseguia estabelecer metas para 2022. Como a virada teria lua minguante, foi mais f醕il fazer a lista de tudo que eu desejava que minguasse no novo ano, a peste mundial e a do Planalto est鉶 no topo. Talvez eu s consiga projetar um futuro quando estivermos livres.

Na adolesc阯cia, reun韆mos amigos para jogar bingo na casa dos meus pais. O n鷐ero 22 era sempre 揷antado como 揹ois patinhos na lagoa. Imagem bonita, buc髄ica, de paz. Quem sabe 2022 traga um pouco dessa imagem. Dois patinhos, nenhum deles est s, nadam juntos em uma lagoa, mergulham para se refrescar, deslizam na 醙ua explorando novos limites.

A cor do ano a Very peri. Ainda n鉶 consegui decifrar se fica mais para um azul em tom de violeta ou um violeta com leve toque de azul. N鉶 importa. N鉶 sendo cinza ou verde e amarelo estamos no lucro. Em uma pesquisa r醦ida, li que a Very peri obtida pela mistura do azul com o vermelho. Seria a uni鉶 da tranquilidade, serenidade e harmonia com a paix鉶, energia e excita玢o. Mistura desafiante. Promessa de movimento e de aconchego. Que assim seja.

Quando iniciou 2021, o primeiro acesso minha p醙ina se deu aos dezoito segundos do novo ano, em 2022, o primeiro acesso foi aos trinta e um minutos. Fico feliz. Imagino que ningu閙 esteve totalmente s para brindar a virada. E, ainda, meus textos fizeram companhia na primeira meia hora do ano. Obrigada por termos estado juntos. Ano passado, foram 10.179 acessos p醙ina. N鉶 tenho como agradecer a cada um, mas sou grata por essa companhia constante.

Ainda n鉶 vai ser por agora que vou conseguir usar o batom vermelho. Cansei das roupas de academia, dos t阯is. Fiz as unhas e, dessa vez, n鉶 parei em um hospital para drenar a infec玢o na cut韈ula. Descartei o esmalte nude, pintei as unhas com um rosa forte. Buscar o que fui e o que eu desejava ser deveria ser minha meta para 2022. Ficamos muito tempo ensimesmados, isolados, agora precisamos reaprender a estar com os outros na medida do que der.

N鉶 sabemos como ser este novo ano. A 鷑ica certeza que tenho a de que ano eleitoral. Ano que desejei por 4 anos, e vou viv-lo com garra e esperan鏰.

Ainda d tempo de desejar a voc阺 um ano muito melhor dos que os 鷏timos e que possamos fazer juntos a caminhada para novos tempos. Vivam 2022.


Lista de leituras 2021

1. Vestido de noiva - Nelson Rodrigues
2. Se um viajante em uma noite de inverno - 蛅alo Calvino
3. A Nota Amarela - Gustavo Czekster
4. Terra son鈓bula - Mia Couto
5. Ensaio sobre a cegueira - Jos Saramago
6. 羖bum de fam韑ia - Nelson Rodrigues
7. Os sete gatinhos - Nelson Rodrigues
8. Boca de ouro - Nelson Rodrigues
9. E fomos ser gauche na vida - Lelei Teixeira
10. O Estrangeiro - Albert Camus
11. Torto Arado - Itamar Vieira J鷑ior
12. O alegre canto da perdiz - Paulina Chiziane
13. Amor L韖uido - sobre a fragilidade dos la鏾s humanos - Zygmunt Bauman
14. Como as democracias morrem - Steven Levitsky e Daniel Ziblatt
15. Caderno de mem髍ias coloniais - Isabela Figueiredo
16. O vento assobiava nas gruas - L韉ia Jorge
17. A filha do Dil鷙io - Miguel da Costa Franco
18. Erros, errantes e afins - Emir Rossoni
19. Contos de Porto Alegre - Marcelo Vilas B鬭s
20. Mar azul - Paloma Vidal
21. Assim foi Auschwitz - Primo Levi
22. Terra nos cabelos - T鬾io Caetano
23. Sobre os ossos dos mortos - Olga Tokarczuk
24. Breve como tudo - Gisela Rodriguez
25. Balada de amor ao vento - Pauline Chiziane
26. Morrer de amor - Nat醠ia Bravo
27. Pequeno esp髄io do mal - Luiz Mauricio Azevedo
28. Rua de m鉶 鷑ica - Walter Benjamin
29. Mas em que mundo tu vive? Jos Falero
30. Bonequinha de lixo - Helena Terra
31. Lula - Volume 1 Fernando Morais
32. De amor e trevas - Am髎 Oz
33. Planol鈔dia - Edwin Abbott
34. Submiss鉶 - Michel Houellebecq
35. Devo玢o - Guto Leite
36. O amor dos homens avulsos - Victor Heringer
37. Planol鈔dia - Edwin Abbot
38. Bom dia, tristeza - Fran鏾ise Sagan
39. Elis e eu - Jo鉶 Marcelo B魋coli
40. As insepar醰eis - Simone de Beauvoir

Deixe um recado para a autora

voltar

Maria Avelina Fuhro Gastal

E-mail: avelinagastal@hotmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 133860

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose