Pro dia nascer feliz


Maria Avelina Fuhro Gastal

Acordei impregnada por clich阺. Nacionais, estrangeiros, atrav閟 de imagens, m鷖icas, discursos, bord鮡s.

Mal abri os olhos e a frase se formou na minha mente: I have a dream. Quem n鉶 tem? O triste , depois de 57 anos, o meu sonho e o de outros tantos ser o mesmo de Martin Luther King. O bom que n鉶 desistimos, afinal somos brasileiros e n鉶 desistimos nunca.

N鉶 havia possibilidade alguma de fazer qualquer outra coisa no dia antes de votar. Sai j pronta para a caminhada que faria a seguir. Um quil鬽etro e pouco separa a minha casa da sess鉶 em que voto. No caminho, fui cantarolando Horizontes. Os versos 揾 muito tempo que ando nas ruas de um Porto n鉶 muito Alegre concatenados com ruas abandonadas, lixo pelas cal鏰das, passeios irregulares, meio-fio com capim e outras heras crescendo desordenadas. Passei por in鷐eras pessoas dormindo no ch鉶, cobertos com papel鮡s, deixando para fora as solas encardidas dos p閟. Pessoas desassistidas, invis韛eis para n髎 no cotidiano, gente tratada como bicho, em uma 閜oca de prolifera玢o de pet shops.

Nenhuma fila na minha sess鉶, meu voto h muito decidido, s mulheres na minha c閐ula. Yes we can. A frase do Obama me impulsionou na caminhada de cinco quil鬽etros em um calor escaldante. Transpirar pareceu purifica玢o. Drenagem da tristeza, do choro contido ou escancarado frente realidade que vivemos. Podemos e merecemos mais.

Embora sozinha, caminhei com a altivez e com os passos das sufragistas. A imagem cadenciava as passadas, buscava no ritmo e consist阯cia a certeza da ocupa玢o de um espa鏾 por mulheres. Somos muitas, n髎 temos a for鏰, podemos fazer a diferen鏰. Ao infinito e al閙.

Tenho uma ideologia para viver. Quero que meus inimigos saiam do poder. Desisti de um Brasil do futuro que nunca chega. Busco no presente a possibilidade de constru玢o de uma sociedade mais justa, de reencontrar uma cidade mais humana, tamb閙 almejada por homens, que entender鉶 porque meu voto n鉶 foi para eles.

Agora eu s quero que o dia termine bem e que amanh eu posso acordar com mais esperan鏰, menos temor e tristeza, com mais f no futuro e na humanidade.

Adaptando frases de efeito, que hoje tenhamos dado um pequeno passo para um salto gigantesco para a cidade.

Deixe um recado para a autora

voltar

Maria Avelina Fuhro Gastal

E-mail: avelinagastal@hotmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 77337

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose