A verdadeira casa das sete mulheres


Maria Avelina Fuhro Gastal

Eu conheci a verdadeira casa das sete mulheres. Trago elas comigo. Muito menos pela gen閠ica, muito mais pelo que elas nos ensinaram ao longo da vida.

Constru韗am em Pelotas essa casa repleta de significados independente do endere鏾 ou espa鏾 que ocupasse.

Vieram para o sul deixando a vida que conheciam. Nela ficaram irm鉶 e pai falecidos, amigas, bonecas. Seis meninas, a mais velha com doze anos, a menor com apenas um ano, e a m鉫 delas. Uma mulher de um metro e meio de altura, carregando dores, incertezas e seis filhas para criar.

Era o in韈io dos anos 40. N鉶 havia uma pens鉶 que garantisse o sustento. Mulheres n鉶 tinham carreira. Imagino o pavor daquela Pequena senhora, seis crian鏰s e a ru韓a de uma vida tranquila.

Avan鏰ram.

Sou filha da segunda menina dessa verdadeira casa das sete mulheres. Vim para Porto Alegre aos seis meses de idade. A casa das sete mulheres veio comigo. Cresci dentro dela mesmo a quil鬽etros de dist鈔cia.

Cada uma daquelas meninas construiu sua hist髍ia. Quatro tiveram filhos, duas nunca se casaram. N髎 que nascemos delas convivemos com a integralidade daquelas sete mulheres. Sempre existiu entre elas um v韓culo, uma conex鉶, uma for鏰, um elo que n鉶 se dissolveu pela passagem do tempo.

Nem todas est鉶 mais aqui. A cada uma que parte, n髎 que ficamos buscamos essa magia de conex鉶 que elas nos ensinaram.

Desta vez, ficamos impedidos do abra鏾, do choro conjunto, da despedida. Mas a for鏰 delas nos ampara.

Hoje, 01/06, 18 horas, uma missa est sendo rezada. Nenhum de n髎 pode estar presente. Cada um buscaria uma forma para homenagear quem partiu. Assim nos acalentamos.

Eu escolhi escrever.

Dinda, obrigada por todo o carinho e amor. Queria ter podido estar contigo. Em pensamento estive e estou. E sempre vou ouvir tua voz me chamando de Maria Avelina, todo o nome, sem apelido. S鉶 essas pequenas coisas que diferenciam voc阺 e fazem com que cada uma tenha tanto significado na minha vida.

Fica em paz.

Deixe um recado para a autora

voltar

Maria Avelina Fuhro Gastal

E-mail: avelinagastal@hotmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 24198

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose